Anuncie aqui!

King Crimson - Discografia Completa

10 dezembro 2009
Felipe Hostilio

Texto de Whiplash

Em meio a centenas de bandas que infestam o cenário musical, nenhuma foi tão injustiçada como o King Crimson. Considerada a inventora do Rock Progressivo, o sucesso veio cedo demais para a banda, com o disco de estréia, In The Court Of The Crimson King.A banda nasceu como um trio chamado Giles, Giles & Fripp. Sem muito sucesso, um dos irmão Giles saiu, e na época do lançamento do primeiro disco (1969) a banda era formada por: Robert Fripp (guitarra), Ian McDonald (teclados), Greg Lake (baixo e vocal), Michael Giles (bateria) e Peter Sinfield (letras).Abrindo um show para os Rolling Stones, em frente a centenas de milhares de pessoas, o grupo logo ficou muito famoso e "In The Court Of The Crimson King" foi um estrondoso sucesso (impulsionado pela música "21st Century Schizoid Man").As maravilhosas melodias e o virtuosismo dos músicos logo cativaram os fãs. Mas a banda não se deixava abalar pela fama, e cada vez mais suas músicas tornavam-se experimentais e complexas. Greg Lake, que já demonstrava interesse em gravar com Keith Emerson e Carl Palmer (formando o ELP em 1970), participou do segundo disco, In The Wake Of Poseidon, apenas por razões contratuais e logo saiu. Começou então uma série de mudanças, comandadas por Robert Fripp (o único que não saiu da banda em todos esses anos), na formação do King Crimson. Diversos músicos passaram pela banda nos dois discos seguintes (Islands e Lizard), incluindo famosos como Jon Anderson do YES (ele canta em "Prince Rupert Awakes", de Lizard) e Mel Collins. Infelizmente, a legião de fãs cada vez mais diminuía, já que Robert Fripp recusava-se a ceder ao comercialismo das rádios.A sorte começou a mudar na 2ª formação fixa da banda, que estreou em 1973. Ela consistia em: Robert Fripp (guitarra), John Wetton (baixo e vocal), Bill Bruford (bateria) e David Cross (teclados e violino). Dando mais do que nunca atenção às partes instrumentais, a banda logo cativou muitos novos fãs e gravou 3 discos em estúdio: Lark’s Tongues In Aspic, Starless And Bible Back e Red. Essa formação revelaria John Wetton para o público (notório por participar de bandas como UK e ASIA) e consolidaria a fama de Bill Bruford (consagrado por seu trabalho no YES).Para a surpresa de todos, Robert Fripp anuncia a dissolução da banda, em 74, no auge do sucesso. Fripp inicia então uma carreira solo, trabalhando muitas vezes ao lado de ícones da música mundial, como Brian Eno (ex-ROXY MUSIC) e Peter Gabriel (ex-GENESIS). Lançando álbuns irretocáveis como Exposure, Fripp adquire um bom reconhecimento por parte dos críticos e, em 1981, resolve voltar com o King Crimson.A 3ª encarnação foi: o já citado Robert Fripp, Adrian Belew (guitarra e vocal), Tony Levin (baixo) e a volta de Bill Bruford (bateria). Com os discos Discipline, Beat e Three Of A Perfect Pair, King Crimson adquire muita fama no Japão, por onde excursionaria exaustivamente. Nas outras partes do mundo, continuaria com certa fama, mas não a merecida. Em 84, os músicos resolvem descansar e a banda só voltaria das "férias" em 1994, com o álbum Thrak.O grupo que gravou este disco era o mesmo dos anos 80, com a adição de um percussionista (Pat Mastelloto) e um outro baixista (Trey Gunn). Após a turnê de promoção de "Thrak", Fripp dividiu o grupo em ProjeKCts (pequenas bandas com no máximo 3 integrantes – selecionados dentro do King Crimson – que excursionam tocando músicas improvisadas).Robert Fripp promete para 2000 o lançamento de um novo disco do King Crimson. Esperamos que a banda, que nunca tocou em solo brasileiro, resolva visitar nosso país, e receba a tão merecida consagração.

Álbuns:
In The Court Of The Crimson King
Ano: 1969
Tracklist:
  1. 21st Century Schizoid Man
  2. I Talk To The Wind
  3. Epitaph
  4. Moonchild
  5. In The Court Of The Crimson King


In The Wake Of Poseidon
Ano: 1970 Tracklist:
  1. Peace - A Beginning
  2. Pictures Of A City
  3. Cadence And Cascade
  4. In the Wake Of Poseidon
  5. Peace - A Theme
  6. Cat Food
  7. The Devil's Triangle
  8. Peace - An end

Lizard
Ano: 1970 Tracklist:
  1. Cirkus
  2. Indoor Games
  3. Happy Family
  4. Lady Of The Dancing Water
  5. Lizard

Islands
Ano: 1971 Tracklist:
  1. Formentera Lady
  2. Sailor's Tale
  3. The Letters
  4. Ladies O

Larks' Tongues In Aspic
Ano: 1973 Tracklist:
  1. Larks' Tongues In Aspic, Part One
  2. Book Of Saturday
  3. Exiles
  4. Easy Money
  5. The Talking Drum
  6. Larks' Tongues In Aspic, Part Two

Red
Ano: 1974 Tracklist:
  1. Red
  2. Fallen Angel
  3. One More Red Nightmare
  4. Providence
  5. Starless


Starless And Bible Black
Ano: 1974 Tracklist:
  1. The Great Deceiver
  2. Lament
  3. We'll Let You Know
  4. The Night Watch
  5. Trio
  6. The Mincer
  7. Starless And Bible Black
  8. Fracture

Discipline
Ano: 1981 Tracklist:
  1. Elephant Talk
  2. Frame By Frame
  3. Matte Kudasai
  4. Indiscipline
  5. The Hun Ginjeet
  6. The Sheltering Sky
  7. Discipline
  8. Matte Kudasai (Alternate Version)

Beat
Ano: 1982 Tracklist:
  1. Neal And Jack And Me
  2. Heartbeat
  3. Sartori In Tangier
  4. Waiting Man
  5. Neurotica
  6. Two Hands
  7. The Howler
  8. Requiem

Three Of A Perfect Pair
Ano: 1984 Tracklist:
  1. Three Of A Perfect Pair
  2. Model Man
  3. Sleepless
  4. Man With An Open Heart
  5. Nuages (That Wich Passes, Passes Like Clouds)
  6. Industry
  7. Dig Me
  8. No Warning
  9. Lark's Tongues In Aspic, Part 3

THRAK
Ano: 1995 Tracklist:
  1. VROOOM
  2. Coda - Marine 475
  3. Dinosaur
  4. Walking On Air
  5. BBoom
  6. Inner Garden I
  7. People
  8. Radio I
  9. One Time
  10. Radio II
  11. Inner Garden II
  12. Sex, Sleep, Eat, Drink, Dream
  13. VROOOM VROOOM
  14. VROOOM VROOOM - Coda

The ConstruKction of Ligh
Ano: 2000 Tracklist:
  1. ProzaKc Blues
  2. The ConstruKction Of Light
  3. The ConstruKction Of Light
  4. Into The Frying Pan
  5. FraKctured
  6. The World's My Oyster Soup Kitchen Floor Wax Museum
  7. Larks' Tongues In Aspic, Part IV
  8. Larks' Tongues In Aspic, Part IV
  9. Larks' Tongues In Aspic, Part IV
  10. Coda - I Have A Dream

Happy With What You Have To Be Happy With
Ano: 2002
Tracklist:
  1. Bude
  2. Happy With What You Have To Be Happy With
  3. Mie Gakure
  4. She Shudders
  5. Eyes Wide Open
  6. Shoganai
  7. I Ran
  8. Potato Pie
  9. Larks' Tongues In Aspic, Part IV
  10. Clouds

The Power To Believe
Ano: 2003 Tracklist:
  1. The Power To Believe I - A Cappella
  2. Level Five
  3. Eyes Wide Open
  4. Elektrik
  5. Facts Of Life - Intro
  6. Facts Of Life
  7. The Power To Believe
  8. Dangerous Curves
  9. Happy With What You Have To Be Happy With
  10. The Power To Believe III
  11. The Power To Believe IV - Coda

0 comentários:

Postar um comentário

DESCRIÇÃO-AQUI.