Anuncie aqui!

Borknagar

31 janeiro 2010
Felipe
http://userserve-ak.last.fm/serve/_/15860261/Borknagar+olden3.jpg

A Noruega sempre foi um dos maiores celeiros da música extrema, e um dos nomes mais promissores deste estilo surgiu por lá depois de uma reunião de grandes nomes do underground norueguês. Com o fim do Molested, o guitarrista Oystein Garnes Brun resolveu montar a sua própria banda. Em 1995 quando ele já possuía músicas e letras prontas para entrar em estúdio, a formação da sua banda foi completada por Garm (ex-vocalista das bandas Arcturus e Ulver), Grim (ex-baterista de bandas como Immortal e Gorgoroth), Ivar Bjornson (ex-tecladista do Enslaved) e Infernus (ex-baixista do Gorgoroth). O nome escolhido para a banda foi Borknagar – palavra proveniente do nome de uma montanha da Escócia, Lochnagar. Foi com este line-up que a banda fechou o seu primeiro contrato com a gravadora Malicious Records para o lançamento do seu primeiro trabalho, “Borknagar”.

O lánçamento trazia originalidade dentro de um estilo que andava um pouco carente de criatividade na época. O projeto se destacou muito dentro da imprensa especializada, logo tornando-se uma banda fixa e assinando contrato com a major Century Media Records.

Em 1997 “The Older Domain”, segundo álbum do Borknagar, mostrou que o potencial era de fato muito grande. A banda se destacava pelo instrumental técnico, onde incluía momentos acústicos e muitas passagens de piano. Nesta época o baterista Infernus deixou o grupo e no seu lugar foi posto o baterista Kai K. Lie.

Ao vivo, o Borknagar fez a sua primeira experiência durante uma pequena tour européia, ao lado das bandas In Flames e Night in Gales. Ainda em fase de afirmação dentro da cena metálica, a banda recebeu o seu segundo guitarrista, Jens F. Ryland, e um novo vocalista, Simen Hestanaes, indicado por Garm, que deixara a banda para dedicar-se a outros projetos. Com este novo line-up o Borknagar gravou o trabalho intitulado “The Archaic Course”, que novamente caiu nas graças dos fãs e da crítica especializada.

Mas nem tudo nesta época era perfeito; Oystein quase viu o fim da banda quando Grim, Kai e Bjornson resolveram abandonar o Borknagar. Esta reviravolta fez com que, em meio a uma turnê ao lado de Cradle of Filth e Napalm Death fosse contratado um baterista. Com a falta de um tecladista, as músicas ao vivo deixaram de possuir as passagens deste instrumento.

Em 1999 a banda conseguiu contornar a situação, e se tornou uma das primeiras bandas escandinavas a tocar nos Estados Unidos. Na excursão que teve ainda o Emperor, Nick Barker (Cradle of Filth e Dimmu Borgir) ajudou a banda tocando bateria. Quando Oystein retornou à Noruega, teve que procurar por novos membros fixos. O baterista Asgeir Mickelson (também do Spiral Architect) e o tecladista Lars Nedland foram os escolhidos para gravar o próximo trabalho.

“Quintessence” é o álbum mais forte da carreira da banda, que certamente mostrou ao mundo a importância da Noruega dentro da música extrema. O som manteve a mesma pegada “épica”, mas com algumas passagens setentistas nos teclados e com todo o peso característico do grupo. Durante a turnê de divulgação do novo cd, a saída de I.C.S Vortex, abriu espaço para dois novos integrantes do Borknagar: Tyr assumiu o baixo e Vintersorg o vocal.

Entrando em estúdio no ano seguinte, a banda lançou “Empiricism”.

Álbuns:
Borknagar (1996)

Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 1996
Tamanho: 42 mb

Tracklist
1.Vintervredets sjelesagn
2.Tanker mot tind (kvelding)
3.Svartskogs gilde
4.Ved steingard
5.Krigsstev
6.Dauden
7.Grimskalle trell
8.Nord naagauk
9.Fandens allheim
10.Tanker mot tind (gryning)
The Olden Domain

Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 1997
Tamanho: 41 mb

Tracklist
1.The Eye of Oden
2.The Winterway
3.Om hundrede aar er alting glemt
4.A Tale of Pagan Tongue
5.To Mount and Rove
6.Grimland Domain
7.Ascension of Our Fathers
8.The Dawn of the End
The Archaic Course

Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 1998
Tamanho: 95 mb

Tracklist
1.Oceans Rise
2.Universal
3.The Witching Hour
4.The Black Token
5.Nocturnal Vision
6.Ad Noctum
7.Winter Millenium
8.Fields of Long Gone Presence / Outro

Quintessence

Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 2000
Tamanho: 41 mb

Tracklist
1.Rivalry of Phantoms
2.The Presence Is Ominous
3.Ruins of the Future
4.Colossus
5.Inner Landscape
6.Invincible
7.Icon Dreams
8.Genesis Torn
9.Embers
10.Revolt

Empiricism

Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 2001
Tamanho: 101 mb

Tracklist
1.The Genuine Pulse
2.Gods of My World
3.The Black Canvas
4.Matter & Motion
5.Soul Sphere
6.Inherit the Earth
7.The Stellar Dome
8.Four Element Synchronicity
9.Liberated
10.The View of Everlast

Epic
Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 2004
Tamanho: 110 mb (Rapidshare)

Tracklist
1.Future Reminiscence
2.Traveller
3.Origin
4.Sealed Chambers of Electricity
5.The Weight of Wind
6.Resonance
7.Relate
8.Cyclus
9.Circled
10.Inner Ocean Hypothesis
11.Quintessence
12.The Wonder

Parte 1
Parte2

Origin

Gênero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Noruega
Ano: 2006
Tamanho: 71 mb

Tracklist
1.Earth Imagery
2.Grains
3.Oceans Rise
4.Signs
5.White
6.Cynosure
7.The Human Nature
8.Acclimation
9.The Spirit of Nature

For The Elements

Genero: Black Metal / Progressive Viking / Folk Metal
País : Norway
Ano do CD: 2008
Tamanho: 72 mb

Tracklist:
01. Dauden 5:45
02. The Eye Of Oden 6:00
03. The Dawn Of The End 5:04
04. Oceans Rise 5:24
05. Universal 5:33
06. Ad Noctum 4:21
07. Presence Is Ominous 4:54
08. Colossus 4:25
09. The Genuine Pulse 4:50
10. Gods Of My World 4:24
11. Inherit The Earth 5:29
12. Future Reminiscence 5:25
13. Origin 4:57
14. White 4:42
15. The Human Nature 4:49


0 comentários:

Postar um comentário

DESCRIÇÃO-AQUI.