Anuncie aqui!

Darkthrone

31 janeiro 2010
Felipe
http://www.nocturnalcult.com/images/DARKTHRONE2005pic.jpg

Texto de Felipe Matula do Whiplash

Darkthrone é uma das melhores bandas de "true black metal". Para sabermos mais sobre sua história, voltemos a 1986, em Oslo na Noruega: Gylve Nagell, Ivar Enger e Dag Nilsen tocavam na banda de death metal Black Death. Em 1988, o grupo, que já tinha letras sombrias e demoníacas, muda seu nome para Darkthrone.

A primeira demo-tape da banda teve o nome de "Land Of Frost". Após a gravação da demo, entra na guitarra Ted Skjellum. A próxima demo teve o nome "A New Dimension". Já conhecida no underground black metal, o grupo lança sua terceira demo, intitulada "Cromlech", que também é o nome de uma música clássica da banda

Pela gravadora Peaceville, o Darkthrone grava em 1991 o álbum "Soulside Journey", que contém a demo "Cromlech" e algumas músicas inéditas. O álbum "A Blaze In The Northern Sky" foi lançado em 1992, com os membros usando "corpse paint" e pseudônimos: Gylve Nagell é Fenriz, Ted é Nocturno Culto e Ivar é Zephyrous. A propósito, no encarte desse disco existe uma mensagem para os brasileiros: "Thanks to the Brazilian Deathsquadrones. Keep up the Maliciousness!!! This album is for the Norwegian Black Metal Mafia." (‘Obrigado aos Esquadrões da Morte Brasileiros. Mantenham a Maldade!!! Este disco é pela Máfia Black Metal Norueguesa.").

O disco seguinte, de 1993, chamou-se "Under a Funeral Moon". Em 1994, o próximo álbum teve o nome de "Transylvanian Hunger", que tem referências ao conhecido caso "Euronymous vs. Count Grishnack". O polêmico álbum tinha na capa uma frase em morueguês que seria traduzida para o inglês como "True Norwegian Arian Black Metal". Com a banda sendo rotulada de nazista, Fenriz em uma entrevista disse: "Transilvanian Hunger é superior a qualquer censura, e quem o critica deveria ser julgado pelo seu comportamento judeu". Quatro das musicas que estão nesse album foram escritas por Varg (Count Grishnack), o assassino de Euronymous. Ainda nesse álbum existe a citação "In the name of God, let the churches burn" (‘Em nome de Deus, deixe as igrejas queimarem").

No mesmo ano gravaram o álbum "Panzerfaust", mas não tinham mais uma gravadora. Satyr (líder da banda Satyricon) lançou o álbum pelo seu selo, o Moonfog, o álbum tem participação de Varg Vikernes. Após esse álbum, Zephyrous sai da banda, por motivos até hoje não divulgados

Em 1995, o Darkthrone se resumia a Fenriz e Nocturno Culto. Gravaram "Total Death", com os dois tocando todos os instrumentos. O álbum apresenta músicas mais ecléticas, saindo do estilo habitual da banda, o que não agradou os fãs. As letras do disco foram escritas pela verdadeira elite do black metal norueguês: pessoas como Ihsahn (Emperor), Garm (Ulver), além de Satyr (Satyricon). Atualmente a banda está para lançar seu próximo álbum chamado "Ravishing Grimness".

Álbuns:
1988 - Land Of Frost (Demo)


1989 - Thulcandra (Demo)



1989 - Cromlech (Demo) kkkkkkkkkkkkkkkkkkk



1993 - Under A Funeral Moon

ou

ou

1994 - Transilvanian Hunger
Senha: sharedmp3.net

1995 - Panzerfaust


1996 - Goatlord

1996 - A Night Of Unholy Black Metal1996 - Total Death


22003 - Hate Them

2005 - Too Old, Too Cold

2006 - Forebyggende Krig [EP]

0 comentários:

Postar um comentário

DESCRIÇÃO-AQUI.