Anuncie aqui!

Setenced

14 janeiro 2010
Felipe

http://www.spinefarm.fi/metal/metalpress/sentenced/Sentenced12.jpg

Texto retirado de Whiplash

Países como Finlândia, Suécia, Áustria e diversos outros do norte europeu começaram a se destacar no metal tão logo, nos anos 90, inúmeras bandas de black/death metal começaram a surgir em suas terras locais. Entre essas bandas estava o Sentenced, proveniente da Finlândia, formado pelos guitarristas Sami Lopakka e Mika Tenkuia, em parceria com o baterista Vesa Ranta. Embalados pelo bom momento por que passava o metal na Finlândia, a banda lançou a sua primeira demo, intitulada "When Death Join Us". Foi após esta demo que o baixista/vocalista Taneli Jarva juntou-se ao Sentenced, na mesma época em que a banda assinava um contrato com uma pequena gravadora francesa, para o lançamento do primeiro álbum, "Shadows of the Past". Já com um álbum lançado o Sentenced saiu em busca de uma gravadora maior, entrando em turnê por toda a Europa.

Quando a banda assinou com a gravadora Spinefarm Records em 1993, a sua sonoridade mudou radicalmente. Não era mais praticado o death metal de "Shadows of the Past" e sim um som mais técnico e sem tanta velocidade. Isto realmente afetou as vendagens da banda, que cresceram de uma forma bem satisfatória. O mini-cd "The Trooper" foi uma boa amostra do que seria o então segundo cd do Sentenced, "Amok". Todas as músicas deste disco apresentam boas melodias, mas com climas mais cadenciados e arrastados. Neste mesmo clima melancólico foi lançado outro mini-cd, desta vez com o título de "Love & Death", que manteve por um bom tempo o nome Sentenced em destaque na Europa.

Um ano após, o baixista Taneli deixou a banda por motivos de cansaço, e quem surgiu como novo baixista foi Sami Kukkohovi. Ville Laihiala passou a ser o vocalista do Sentenced. O próximo disco, preparado em 1996, "Down", foi indicado como o melhor lançamento da carreira da banda, pois a presença do novo vocalista deixava o som bem menos agressivo, soando cada vez mais dentro do doom/gothic metal. O sucesso foi tremendo, especialmente em países como Estados Unidos e Japão, por onde passaram em turnê no ano seguinte.

Depois das férias de 1997 a banda retornou em 1998 com um álbum novo, "Frozen", que veio seguindo o mesmo caminho melancólico do doom metal de "Down". A banda não perdeu tempo, e no ano seguinte voltou ao estúdio, desta vez para marcar o lançamento de "Crimson", que contou com grande sucesso "Killing Me Killing You", cujo clipe chegou a ser mostrado na MTV Brasileira.

Álbuns:

1991 – Shadows Of The Past

1993 – North From Here

1995 – Amok

1996 – Down

1998 – Frozen

2000 – Crimson

2002 – The Cold White Light

2005 – The Funeral Album

0 comentários:

Postar um comentário

DESCRIÇÃO-AQUI.